1 de mai de 2011

O Homem Perfeito

Seu corpo arde como fogo
Onde eu quero me queimar
Seus lábios quentes
Me fazem delirar
Sua voz suave
É como se ouvisse uma sinfonia
Suas mãos deslizando sobre meu corpo
Tão delicado e ao mesmo tempo louco
Em cada toque, uma viagem
Viajem deliciosa, a qual não tenho vontade voltar
Assim é quando estou com você
Tudo tão belo como uma viagem
Onde cada curva é uma surpresa.

por Elizabeth Soares