26 de abr de 2011

"confissões de adolescente - nunca a vida sera a mesma"















Quem nunca perdeu ninguém muito querido não sabe como é sentir a morte matando seu coração que ainda esta vivo... e pior vai ter que continuar vivo sentindo falta daquela pessoa que tanto a gente ama.
Perder alguém é mais triste que um amor que não deu certo, porque você sabe que a vida continua, e como é continuar sem a pessoas mais importante da sua vida? dificil né... diria eu triste muito triste... como controlar aqueles dias em que a saudade bate, ou aquele dia que era pra ser de mais uma festa, mais um aniversario... como é vazio passar por aquele dia sem dar parabens a pessoa que a gente tanto queria abraçar... ouvir a voz dizer mais uma vez o quanto ela é especial em nossas vidas... de certa forma essa data sempre sera a mesma sempre a gente vai lembrar so o abraço é que vai sempre faltar... não é facil não pensar que Deus poderia ter dado uns dias ha mais... so que deus sabe de todas as coisas e nesse caso somos egoistas pois sempre vamos querer mais...
A morte é o unico adeus que todos querem dar e nem todos conseguem... talvez se eu soubesse mudaria tudo ou talvez não... sabe acho que não tem como se despedir se um medico chegar e falar é o ultimo dia vc vai querer passar + tempo do lado daquela pessoa mais talvez vc diga o mesmo ou ate menos do que diria se não soubesse de nada... eu não me arrependo de nada do que fiz e sei que agora talvez não possa ter mais essa pessoa tão amada ao meu lado mais ela esta em algum lugar nesse momento vendo tudo isso... vendo meu amor talvez se ela estivesse aqui não saberia disso... mais como ela esta longe e esta me vendo de onde quer que esteja quero apenas dizer EU TE AMO!!!
isso é eterno ♥ tanto na terra como no céu.

Saudade Eterna

Hoje eu fechei meus olhos e pude te ver de novo, você dormia profundamente do meu lado, e eu não tirava meus olhos de você, talvez tivesse medo de que alguém te roubasse de mim. Mesmo que por um segundo eu pudesse fechar meus olhos, eu não queria, eu queria apenas te cuidar até o sol aparecer. A minha maior vontade naquele momento era te abraçar e sentir o mundo girar apenas para nós, mas tive que me segurar, não queria te acordar... e então eu tive que me contentar com apenas seu rosto sereno, e seus olhos fechados. Pena que tudo não passou de um sonho meu e ao me despertar vc ja não fazia parte desse mundo de sonhos... você esta realizando todos os que ja fez aqui em baixo...

O que sente meu coração

Por meio de uma canção
É possivel descrever o que sente o coração
Mais musica acaba, e as palavras se vão.
Então lhe peço olhe em meus olhos
Porque eles refletem o que sente meu coração
E isso não podera esquecer
Meus olhos penetrarão em sua alma
E quando isso acontecer
Vera que não são necessarias as palavras
Pois essas se vão...
E esse momento é unico
Ficando gravado apenas em seu coração.

por Elizabeth Soares

Coitados de vocês homens...














...que jamais saberão como é gostosa a sensação de sempre ter a preferência. Vocês que nunca poderão pôr a culpa na cólica ou na TPM; que jamais verão graça em perder um dia todo no shopping, só vendo as vitrines. Oh, homens, que não sabem como é revigorante falar sobre todo e qualquer assunto com suas amigas; que não têm ideia de como é traumatizante quebrar uma unha; não entendem, de verdade, como é triste acordar com o cabelo oleoso. Vocês, homens, tão ingênuos, nunca enfrentarão a indecisão na hora de escolher um esmalte. Não irão, nem ao menos, poder seduzir alguém fazendo somente um biquinho de birra. Homens, que acreditam ser superiores, nem sabem como é gostoso e, ao mesmo tempo, cruel estar sobre um salto agulha. Ficarão a vida toda sem saber como é bom ser abraçada por um homem alto e largo, com braços grandes e fortes. Homens, meninos, caras, garotos… nunca, nunca entenderão quão importante é passar lápis nos olhos antes de sair de casa; quão triste o final de “O Diabo Veste Prada” realmente é; quão sexy um cara inteligente pode ser. Jamais terão ideia de como é legal não precisar atravessar a rua na faixa, já que alguns caras doentes param pra que você possa passar. Vocês, inocentes, que não imaginam quantas coisas descobrimos durante nossas conversas rotineiras de banheiro; que não sabem como é gostoso morrer de chorar com um pote de sorvete no colo. Homens que jamais poderão reclamar de um corte na perna feito pela gillette durante o banho; que jamais perceberão como é difícil entender um cara; que jamais poderão gritar ao ver uma barata ou qualquer outro inseto; que jamais, jamais mesmo, poderão ficar em casa só de baby look e calcinha. Vocês, machistas, que nunca sentirão a tão comentada, e totalmente feminina, dor da rejeição; que jamais saberão como é triste viver sendo paranóica, ciumenta e temerosa de ser substituída. Jamais esfregarão uma perna na outra, tentando afastar uma leve onda de excitação repentina; jamais saberão como é gostosa a sensação que te obriga a morder os lábios ao ver o peito nu de um cara gato; jamais entenderão o prazer existente que há em ler um romance. Homens, pobres homens, que não sabem, nem nunca saberão, como é gostoso chorar quando há um cara realmente preocupado contigo te abraçando; como é revigorante usar um vestidinho leve quando o calor está infernal; como é comum e extremamente natural o ato de chorar até dormir, molhando todo o travesseiro. Vocês, garotos, que nunca terão ideia de como nossos assuntos são interessantes e, mais do que isso: masculinos. Nunca poderão ficar o dia todo com as pernas cruzadas. Nunca poderão cantar loucamente, mesmo estando sozinhos, refrões como “HOW DO I GET YOU ALONE?!!!!” e, portanto, nunca entenderão como é gostosa a sensação de gritar enquanto se canta. Nunca poderão fazer vozes estranhas enquanto brincam um bebê ou um animal. Nunca, nunquinha, vão poder passar um batom básico porque acordaram com a boca sem cor, e, devido a isso, jamais saberão como é revigorante acordar dispondo de uma rica quantidade de batons - úteis ou não. Homens, simplesmente homens, que jamais ganharão um vibrador de aniversário de sua amiga mais íntima; que jamais entenderão como é frustrante usar uma calça com a calcinha marcada; que jamais poderão sequer abrir a boca para reclamar sobre “dores abdominais”, já que nenhum homem fala isso; que jamais poderão xingar outros homens que arrotam no meio das refeições; que jamais saberão como é gostosa a sensação de saber que o cara tá afim de ti e ficar somente provocando. Homens que nunca poderão reclamar de uma garota-sem-atitude; que nunca poderão fazer balé sem serem julgados; que nunca entenderão nosso mundo; que nunca entenderão que, para nós, coisas pornográficas (como revistas, filmes etc) são motivos de risos e não de… tesão; que nunca saberão como é bom ficar excitada sem aparentar. Garotos, coitados de vocês, que não podem bater na bunda de ninguém; que não podem falar sobre certos assuntos com seus amigos; que não entendem a graça fantástica por trás de “Romeu e Julieta” e acham que é somente mais uma mera história romântica barata. Pobres são vocês, homens, sempre tão garotos, que são completamente abatidos por uma gripe básica e dizem ser fortes. Oh, meninos, coitados, que têm que lidar com todos os pensamentos de garotas ao longo de suas vidas sem jamais conseguir entender um deles sequer. Vocês entenderiam se não fossem meros meninos...