2 de mai de 2011

웃웃 Te encontrei - por Elizabeth Soares

Tanto pra contar...

Tenho tanto pra contar... os lugares por onde fui, por onde passei, momentos que vivi que nem sei, pessoas que conheci, que me apaixonei, amores mau resolvidos, outros bem vividos... coisas que pensei, que falei outras vezes calei...

por PsLaudicéia


Em uma noite muito quente, onde já não aguentava mais ficar trancada dentro de casa, fui até o portão de casa tomar um ar... Mas não sai para o lado de fora, nem se quer abri o portão, apenas me sentei no cantinho entre o muro e o portão, e estando ali percebi que foram poucas as pessoas que me viam e muitas as que nem notaram a minha presença, e pensando nessa noite percebi que só vou encontrar um amigo de verdade quando não precisar contar os meus problemas, e sim que ele perceba que tenho um problema, ou melhor dizendo que me enxergue, alguém como as poucas pessoas que me notaram naquela noite, afinal amigo é aquele que enxerga o problema antes mesmo que os lábios possam falar.
Olha como são as coisas se eu estivesse do lado de fora todos teriam me visto, mas por estar ali tudo mudou, com as pessoas é assim também as vezes elas não notam nossa tristeza porque tentamos enganar com um sorriso no rosto o que estamos chorando por dentro.
Agora me pergunto porque certas pessoas são assim... e eu mesma me respondo... as pessoas tem tantos problemas que muitas vezes preferem não saber o que ocorre com os outros e isso torna as pessoas solitárias na hora em que elas mais precisam estar acompalenhadas.

Perdi o chão

Seu olhar estava distante
Parecia não me notar
Quando me beijava, não era eu, quem estavas a beijar
Tentei não pensar mas me perdi no tempo
Senti que a terra fugia de meus pés
Estava me afundando em lágrimas
Que dos meus olhos ia rolando
O mundo parecia estar acabando
Seria justo o que esta a fazer?
Quando me entregue
Disse que não era tão importante
Porque?

por Elizabeth Soares

por Caio Fernando Abreu

'Olha, fique em silêncio. Eu gosto do teu silêncio. Mas também gosto de tuas palavras - acredite. Mas não vim aqui para te falar de ruídos - ou não - , estou aqui para te falar de céu, mar, estrelas e tapioca - como naquele dia, lembra? - Ontem por incrível que pareça todos os lugares que pisei eu te procurei. Teus rastros ficaram por lá. O balançar de teus cabelos e esse teu jeito meio atacado de ser. Fiquei feliz em poder sentir tua falta, - a falta mostra o quão necessitamos de algo/alguém. É assim o nosso ciclo. Eu te preciso. Perto, longe, tanto faz. Preciso saber que tu está bem, se respira, se comeu ou tomou banho - com o calor que está fazendo neste verão, tome pelo menos uns três ao dia, e pense em mim, estou com calor também. Me faz bem pensar nessas atividades corriqueiras, que supostamente você está fazendo. Ah, e eu estou te esperando, com meu vestido curto, óculos escuros grandes e meu coração pulsando forte, e te abraçar até sentir o mundo girar apenas para nós. É, eu gosto muito de ti. '